Sempre no nosso Blog vamos reviver a história, curiosidades, compositores, músicos, cantores e vídeos sobre a BOSSA NOVA.

06

 

Sylvia Telles 

A cantora Sylvia Telles nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 27 de agosto de 1934. Foi a primeira cantora profissional a se integrar à Bossa Nova.

Iniciou carreira profissional em 1955, na revista musical “Gente de bem e champanhota”, em que cantava a canção “Amendoim torradinho”, de Henrique Beltrão. No ano seguinte, apresentou na TV Rio o programa “Música e Romance”, junto com seu marido, o violonista Candinho. O casal teve uma filha, a cantora Cláudia Telles, e se separou logo em seguida.

Participou em 1958, no Grupo Universitário Hebraico, do espetáculo “Carlos Lyra, Sylvia Telles e os seus Bossa Nova”, no qual teria surgido pela primeira vez a expressão que daria nome ao movimento musical da Bossa Nova.

Gravou inúmeros discos com os compositores da época e algumas de suas interpretações são clássicas e consideradas referências para cantores e cantoras que vieram após ela. Entre os discos de Sylvia, está o 78 rpm com os registros de “Menina” (Carlos Lyra) e “Foi a noite” (Tom Jobim e Newton Mendonça). O trabalho é considerado um dos precursores da Bossa Nova.

Sylvia Telles teve morte prematura em um acidente de automóvel na rodovia Amaral Peixoto, no município de Maricá, Rio de Janeiro, em 17 de dezembro de 1966. Não é um nome muito lembrado, apesar da importância que teve para a Bossa Nova. A maioria de seus discos está fora de catálogo, o que dificulta ainda mais que seja conhecida pelas gerações recentes

THE BOSSA NOVA YEARS (3) SYLVIA TELLES & ROSINHA DE VALENCA One Note Samba

Sylvia Telles – Demais

Sylvia Telles – Felicidade

Sylvia Telles e Rosinha De Valença – Samba de uma nota só 1966

Deixe um comentário

Por favor digite o seu comentário
Por favor digite seu nome