https://revistaglamour.globo.com/

Livros engraçados para quem gosta

de dar boas risadas

Quem disse que literatura não pode ser divertida?

Geiza Martins

 

– Holy Cow: Uma Fábula Animal

David Duchovny

Contar a fábula de uma irreverente vaca chamada Elsie Bovary, que é também a narradora da história. A heroína quadrúpede tem uma revelação na casa da fazenda onde vive que deixa seu mundo de cabeça para baixo. Elsie convence um porco e um peru a fugirem dali em busca de um mundo mais seguro. Daí segue uma sequência hilária que envolve passaportes falsos, bichos disfarçados de seres humanos  e personagens espirituosos que falam sobre aceitação entre seres de espécies diferentes.

– Azul da cor do mar

Marina Carvalho

O romance conta a história da atrapalhada Rafaela Vilas Boas, que se vê realizando seu sonho de trabalhar na grande imprensa ao arrumar um estágio no jornal Folha de Minas. Porém, ela tem um pequeno problema chamado Bernardo, um colega de trabalho que não vai com sua cara. Alguns furos de reportagens e outros desastrinhos pelo caminho, e estabanada Rafa se vê buscando se livrar de uma obsessão da adolescência que mora na figura de um rapaz de mochila xadrez.

Cadê Você Bernadette?

Maria Sample

Essa é uma divertida história de mãe e filha! Bee passa o livro tentando descobrir quem é de fato sua mãe Bernadette Fox e onde ela está, já a personagem desaparece do mapa após se ver obrigada a fazer uma viagem em família para a Antártida. Esse é o segundo livro da norte-americana Maria Samples. Não espere sentimentalismo barato dela, ok?

Galvez, Imperador do Acre

Márcio Souza

 A estreia do manauara Márcio Souza na literatura se dá com um dos clássicos de humor, que foi aclamado tanto no Brasil quanto pela crítica estrangeira. Essa novela folhetinesca fala sobre a aventura de Dom Luiz Galvez Rodrigues de Aria e a conquista do território acreano. Por se passar no século XIX e retratar o boom amazônica com a borracha, é indicado para quem gosta de literatura histórica. Como foi lançado em 1976, é mais fácil de encontrar o livro em sebos!

O pau

Fernanda Young

A hilária Fernanda Young usa do seu já famoso humor nonsense para falar sobre a vingança de uma designer de joias bem-sucedida chamada Adriana. O motivo da desforra é uma traição cometida pelo namorado 14 anos mais jovem. Pelo título do livro, já dá pra imaginar qual é o foco da represália de Adriana. De forma hilária, a autora ironiza a teoria de Freud sobre a inveja feminina do falo. Bem, Fernanda Young…

Meu Coração de Pedra-Pomes

Juliana Frank

 Com muita sagacidade, a escritora brasileira retrata a rotina detestável de
Lawanda, encarregada da limpeza de um hospital e colecionadora de besouros. Como sua renda não é suficiente como faxineira, ela faz alguns serviços escusos aos pacientes. Paralelamente, ela faz macumbas como costurar borboletas em sua calcinha para que seu amante José Junior fique com ela. O romance é desbocado e não-convencional, ideal para quem não aguenta mais ler histórias de amor água com açúcar e quer dar umas boas risadas.

Como Ser Mulher – Um divertido Manifesto Feminista

Caitlin Moran
É com um humor escrachado que a jornalista inglesa Caitlin Moran responde a perguntas desde o nome ideal pra batizar aos próprios seios até se os homens odeiam as mulheres pra valer “no fundo, no fundo”. Ela aborda esses temas como se estivesse papeando com um amigo e faz reflexões com uma língua afiadíssima, porém, sofisticadas!

 

 

 

Deixe um comentário

Por favor digite o seu comentário
Por favor digite seu nome