Sergio Garloppa – Produtor Artístico Cultural – Carioca, torcedor do Bangu, atualmente Morador de Volta Redonda -RJ. Trabalhou e produziu show de diversos artistas da MPB entre eles Baby do Brasil, Novos Baianos, Moraes Moreira, Elimar Santos, Paulinho Moska, Ivan Lins, Maria Gadu, Zeca Baleiro, Gonzaguinha, Vando, Charlie Brow Junior, Cazuza, e Luiz Melodia. Participou como produtor em 03 Rock in Rio e diversos shows internacionais.
12

PAPO DE SOM

ODAIR JOSÉ

Odair José é o 4º álbum de estúdio do cantor brasileiro Odair José. Foi lançado em 1973 pelo selo Polydor. A canção de maior sucesso desse álbum foi “Uma Vida Só (Pare de Tomar a Pílula)”.
“Uma Vida Só (Pare de Tomar a Pílula)”, logo após seu lançamento, foi censurada no Brasil, devido ao seu refrão que continha uma mensagem contrária a campanha realizada pelo governo no mesmo ano para que se houvesse um controle de natalidade no país. A canção também foi censurada na Argentina.

Em sua fase áurea, na metade dos anos 70, Odair José vendia mais LPs do que medalhões da MPB como Chico Buarque, Milton Nascimento e Caetano Veloso.
Pílula anticoncepcional, prostituição, empregadas domésticas, casamento sem papel passado e maconha. Foi cantando temas que eram forte tabus na época que um cantor, compositor e guitarrista goiano se consagrou como o “terror das empregadas”. Emplacando um hit após o outro, Odair José conquistou um grande fã-clube entre as camadas mais populares da sociedade e vendeu milhares de LPs – sem se importar com o olhar torto com que parte da elite social e cultural do país encarava sua obra. Como tantos outros artistas que seriam rotulados de brega, ele surgiu das cinzas da jovem guarda. Após os dois primeiros discos, porém, aproveitou a mudança de gravadora para redefinir seus caminhos. A caixa Quatro Tons de Odair José flagra justamente essa mudança, reeditando pela primeira vez no formato digital os discos Assim Sou Eu…(1972), Odair José (1973), Lembranças (1974) e Odair (1975).
Odair José, cantor que sempre priorizou o popular e injustamente foi classificado como brega teve uma produção intensa e atingiu patamar significativo de admiradores. Injustamente dizem que ele é o Pablo de sua época – o que pode ser encarado como uma tremenda falta de conhecimento, pois suas músicas vão muito além da dor de corno e suas melodias são de ótimo gosto.
Em uma época onde o regime militar tinha como prioridade não deixar chegar ao grande público mensagens ditas subversivas, Odair José também sofreu as consequências dessa paranoia militar. Suas composições enveredavam pelo pouco visitado mundo das empregadas domésticas, garotas de programa e personagens menos assistidos e admirados pelo grande público. Talvez essa tenha sido a grande sacada de seu disco lançado em 1973, pois Odair José não se utilizou de grandes recursos linguísticos e priorizou o estritamente popular – o que de forma alguma pode ser encarado como demérito, até porque um dos maiores hits desse disco e da carreira de Odair José “Uma Vida Só (Pare de Tomar a Pílula)” juntamente com “Deixe Essa Vergonha de Lado” e “Revista Proibida” foram o fio condutor de um discurso que elevou ao status de protagonista persongens até então sem “voz”.
Odair José vendeu muitos discos nos anos 70 e dizem que chegou a superar Roberto Carlos em certo momento. Seu prestígio foi enorme, e esse disco foi um dos principais responsáveis por essa façanha.
Aos descolados de plantão e até mesmo aos que querem apenas reviver uma época, revisitar esse disco é uma grande oportunidade de apreciar uma obra popular de muito bom gosto.

Odair José. 1973
Faixas
Lado A
N.º Título Duração
1. “Deixe Essa Vergonha de Lado”  3:57
2. “Os Anjos”  3:29
3. “Eu, Você e a Praça”  3:59
4. “E Ninguém Liga pra Mim”  3:e8
5. “De Repente”  3:20
6. “Uma Vida Só (Pare de Tomar a Pílula)”  4:07

Lado B
N.º Título Duração
1. “Revista Proibida”  3:47
2. “Eu Sinto Pena e Nada Mais”  2:53
3. “As Noites Que Você Passou Comigo”  2:19
4. “Quem É Esse Rapaz?”  2:54
5. “Cadê Você”  3:06
6. “Que Saudade de Você”  3:07

 

 

 

 

 

 

1 Comentário

  1. por agora, eu estou a fazer este leve comentario. de inicio te dou meus parabens pelo excelente trabalho neste site. sempre e muito dificl encontrar um otimo conteudo na net. Tudo por aqui esta legal. eu simplesmente adorei. esta forma com as coisas por aqui e publicado e muito bom. voce agora tem meu like.

Deixe um comentário

Por favor digite o seu comentário
Por favor digite seu nome